Quem Somos?

APRESENTAÇÃO

É possível guardar boas lembranças

da passagem por um hospital?

Com a proposta de humanizar o ambiente hospitalar através da música, o trabalho destes especialistas contribui para amenizar o estranhamento dos pequenos durante os dias e noites passados fora do acolhimento das próprias casas, promovendo ainda a disseminação da cultura e da arte nesses ambientes especiais.

A atuação do Saracura consiste na visita regular dos nossos músicos a leitos das alas hospitalares (Internação, Semi-UTI e UTI), onde promovem delicadas práticas musicais, baseadas no cancioneiro popular infantil, junto às crianças, seus acompanhantes e os profissionais de saúde.

Seja bem vindo

ao nosso novo site!

Navegue e conheça mais o que temos
cantado e o que temos ainda pra cantar!

A música exprime a mais alta filosofia numa

linguagem que a razão não compreende.

- Arthur Schopenhauer - Filósofo alemão

CONHEÇA O GRUPO

O Grupo Saracura é um coletivo que desenvolve práticas musicais especializadas e de caráter lúdico em hospitais.

Nossa proposta é garantir que as crianças de 0 a 100 anos tenham acesso à cultura e à música mesmo em períodos de confinamento, permitindo que sejam recebidas pelos hospitais como pessoas completas, capazes de superar um período difícil da vida sem serem privadas de seu rico e saudável universo da fantasia.

Para realizar essa tarefa, o grupo realiza atuações lúdicas utilizando especialmente os recursos da linguagem musical e conta com profissionais de diferentes áreas, que reúnem competências e formação específicas em música, medicina e psicologia.

Conheça o grupo e os nossos parceiros / equipe técnica.

O GRUPO

Daniel Coelho Martins

Formado em Música Popular pela  Universidade de Campinas (Unicamp), Daniel Coelho Martins integrou, em 2012 e 2013, o quarteto “Porto dos Casais”, tocando ao lado do baterista Nenê. No final de 2013, participou da gravação do último disco da cantora Ceumar, tocando ao lado de grandes nomes da música brasileira como Swami Jr., Webster Santos, Ari Colares, Ricardo Moska, Olívio  Filho, Zé Pitoco, além do violoncelista francês Vicent Ségal. Atualmente, é baixista e compositor do grupo Casa 7.

Daniel Zacharias

Graduado bacharel em Música Popular pela Universidade de Campinas (Unicamp), Daniel fez apresentações no 15º Festival de Teatro de Havana,  em Cuba, acompanhando as cias “Do Miolo” e “Pauliceia”. Atualmente, como instrumentista e diretor musical, coordena o coletivo Skafandros Orkestra, conjunto comtemplado em 2011 com o prêmio ProAC <<Gravação de disco inédito>>. Atua ainda nos grupos Quintal do Choro e Conjunto de Choro da Pça Benedito Calixto, além de ser um dos sócio-fundadores do Grupo Saracura, no qual atua como músico e coordenador de comunicação externa.

Felipe Glebocki

Cursando, em 2014, o último ano de Licenciatura em Música pela Universidade de São Paulo (USP) e formado em Violão Popular pela Universidade Livre de Música, atual EMESP, Felipe é um dos sócio-fundadores do Grupo Saracura, no qual atua como músico e coordenador de projetos. Em paralelo, coordena o curso de música e as apresentações do projeto Voz D’Agente na Associação Metodista Livre Agente, na comunidade São Remo.

Fernando Vicencio

Saxofonista e contrabaixista formado pelo Conservartório de Tatuí, Fernando Vicencio integra as companhias de circo e humor “Circo Delírio” e “The Bigosty Show’s”, nas quais é instrumentista e diretor musical desde 2012. O músico já se apresentou por todo o estado de São Paulo, pelo Sesc e Sesi, e em países como Alemanha, França, Itália e Bélgica. Participou também do Circuito Sesc de Artes nos anos 2012, 2013 e 2014.

Gabriel Ribeiro Corrêa

Nascido no dia 26 de Agosto de 1983, em São Paulo-SP, tendo cursado o Ensino Médio na Escola Vera Cruz, Gabriel Corrêa formou-se pela Universidade Livre de Música, atual EMESP. Atuou entre 2001 e 2012 como violonista, vocalista, compositor e arranjador do Grupo Olaria. Entre 2010 e 2012, foi professor de música na Escola Novo Ângulo Novo Esquema. Atualmente, leciona música no Colégio Ofélia Fonseca, é violonista e cantador do Grupo Saracura, sendo também um de seus sócio-fundadores.

Giovanni Iasi

Graduado Bacharel em Violão Popular pela Universidade de Campinas (Unicamp) em 2012, ganhou, no mesmo ano, o II festival de canção da UNIFESP com a música “Nó”, que também foi premiada como o melhor arranjo do festival.  Atualmente, Giovanni Iasi desenvolve seu primeiro projeto solo, contanto com a direção artística do renomado violonista Paulo Bellinati e gravará no segundo semestre de 2015, seu primeiro CD de canção com o cantor e compositor Pedro Iaco.

Hellen Bagestero

Cantora em formação pela Faculdade Cantareira, sob orientação da professora Tuca Fernandes, Hellen leciona canto popular no Estúdio 555 e no Conservatório Musical Ernesto Nazareth, é vocalista do quarteto de Jazz e música instrumental “Quarteto Bloop” e cantora no grupo Saracura.

Jade Ludmilla Goulart

Estudou licenciatura em música na Universidade do estado de Santa Catarina e Bacharelado em Canto Lírico pela Faculdade Cantareira. Integrante do NUO (núcleo universitário de òpera). Ja se apresentou nos teatros municipais do Rio de Janeiro, São Paulo, Goiania, Florianópolis, Porto Alegre entre outros.

Mariana Zacharias Battaglia

Graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Mariana estudou técnicas de corpo e linguagem musical em teatro, dança e performance na Faculdade de Comunicação das Artes do Corpo. Fez aperfeiçoamento em Psicologia Hospitalar-NELIS (Núcleo de Ensino Qualidade e Humanização em Saúde) e se formou na primeira turma de “músicos atuantes em hospitais e instituições de idosos” realizado pelo Hospital Premier. Mariana é sócia-fundadora do Grupo Saracura, no qual atua como cantora e responsável pela área de recursos humanos, pesquisa e humanização hospitalar desde 2005.

Patrick Paes

Paulistano e com 25 anos, o cantor e violonista Patrick Paes cursou sete anos de conservatório de música. Formado em administração pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), Patrick integra atualmente o grupo Samba do Bule e acompanha alguns artistas do gênero. Já se apresentou em todo o estado de São Paulo, circuito do Sesc, e em países como Espanha e França.

Sarah Alencar

Graduanda em Música- bacharelada em composição pela Universidade de São Paulo, Sarah Alencar atualmente integra como cantora bolsista o Coro de Câmara Comunicantus, participa como multi-instrumentista e cantora do grupo Orquestra Junina, do grupo Saracura, atuante em hospitais infantis e do grupo Maria Fumaça. Sarah participou do 1º curso profissionalizante para músicos atuantes em hospitais, promovido pelo Hospital Premier e participou como monitora dos estágios do 2º curso.

PARCEIROS / EQUIPE TÉCNICA

Sagarana Comunicação

A Sagarana é uma agência de comunicação que busca despertar atitude na sociedade através da informação, sempre trabalhando em prol da sociedade e do meio ambiente. Tem como clientes empresas como Grupo Saracura, Sabesp, Whirlpool, Brastemp, Reckitt Benckiser, Finish, Vivo e Grupo Gaia.

NOSSA HISTÓRIA

O Saracura entoou seus primeiros acalantos em 2005, quando alguns de seus artistas foram convidados a tocar músicas para as crianças no Hospital Infantil Sabará. O projeto nasceu, inicialmente, da idéia de tornar mais agradável o tempo de espera das crianças e seus familiares no Pronto-Socorro.

Com o tempo, percebeu-se que havia outros espaços carentes de música e arte dentro do ambiente hospitalar, como os quartos de internação e UTI, onde se passou a introduzir o trabalho. Esta iniciativa foi muito bem recebida pelas crianças, familiares e profissionais de saúde e passou a ser o novo foco de trabalho do grupo.

Os músicos passaram a sentir a necessidade de compartilhar as experiências entre si, e assim foram fixados encontros regulares para discussões sobre as atividades realizadas dentro do hospital. Nessas reuniões, o grupo iniciou um processo de unificação e procura por embasamento técnico das atuações: da metodologia ao repertório, criou-se uma identidade para tudo aquilo que estava sendo desenvolvido e em 2006 nasceu oficialmente o GRUPO SARACURA

Com o aumento das visitas, o trabalho dos Saracuras chamou a atenção de especialistas de áreas como Psicologia, Pediatria e Infectologia, que promoveram a orientação adequada e a implantação de protocolos técnicos específicos para as atuações nestes ambientes de alta complexidade. Hoje, todos os músicos atuantes do Saracura são profissionais da área e têm de passar por um programa de capacitação, que aborda desde questões de aptidão técnica musical até noções de psicologia, protocolos de conduta e higiene específicos para a atuação dentro das unidades de saúde.

Todos esses esforços e cuidados transformaram o Saracura em uma iniciativa pioneira e única no Brasil, sendo hoje a única a atuar em ambientes de alta complexidade, onde outras atividades de humanização não têm acesso, como a Unidade de Cuidados Intensivos Neonatal (UCINE) do Instituto da Criança do HC-FMUSP e as UTIs neonatais do HCor. Lá tocamos para pais e bebês com poucos dias de vida e em situações muito delicadas.

Os resultados da exposição dos pequenos à musica ao vivo são surpreendentes!

Hoje, já estamos levando música todos os dias a 8 dos maiores hospitais de São Paulo: Santa Casa de Misericórdia; ICr do HC-FMUSP; GRAA; Hospital São Paulo - UNIFSP ; ITACI; AACD; Sabará; HCOR.

Assim nasceu o Grupo Saracura, disposto a levar, através do cancioneiro popular infantil, sensibilidade musical e ludicidade àqueles pequenos que vivem um período delicado e que necessitam, para além dos tratamentos médicos, de cuidados com o bem-estar para poderem superar uma etapa difícil da vida sem serem privados de seu rico e saudável universo de fantasia.

"Depois do silêncio, o que mais se aproxima

de expressar o inexprimível é a música."

- Aldous Huxley - escritor inglês